Cultura – Matimpererê

CAIÇARAS, QUILOMBOLAS E INDÍGENAS VIVENDO EM RELATIVA HARMONIA COM EXUBERANTE FLORESTA ATLÂNTICA.

As terras (e águas) do Lagamar são habitadas por comunidades caiçaras, quilombolas, indígenas e caboclas que constituem uma diversidade cultural raramente encontrada tão próxima de grandes centros urbanos.

 

Comunidade Rural do Santa Maria. © Andréa D’Amato

 

No Lagamar existem alguns núcleos de comunidades tradicionais e indígenas que  ainda vivem em forte isolamento dos centros urbanos de pequenas, médias e grandes cidades produzindo a maior dos bens necessários para a sua sobrevivência e reprodução sociocultural.

Nesses locais, ainda hoje percebemos a intensa ligação com as mais variadas atividades de agricultura familiar, pesca artesanal e com a continua dinâmica de produção e transmissão cultural das comunidades.

Contudo, o crescimento desordenado do turismo e a intensa especulação imobiliária colocam em risco o seu modo de vida, sendo esse o principal fator operante de mudanças no seu ritmo de vida e na sua dinâmica social.

Práticas tradicionais como a pesca e, principalmente, a agricultura familiar, passam a ter uma importância secundária conforme as atividades ligadas ao turismo de massa tendem a crescer.

A perda da identidade cultural, através da migração para outras atividades econômicas não tradicionais, também ocorre por conta das restrições impostas pelas rígidas leis ambientais que regulamentam o uso das terras e águas da região.

É nesse cenário que o turismo sustentável de base comunitária entra para possibilitar novas formas de interação e integração com a natureza gerando emprego e renda para todos os atores sociais envolvidos.




ENTRE EM CONTATO:

Cananeia - SP

+55 (13) 98102-9918

+55 (11) 99493-6644

contato@matimperere.com.br

SIGA-NOS EM NOSSAS REDES SOCIAIS: